terça-feira, 14 de julho de 2015

Defesa Civil monitora transtornos causados por chuvas no Estado

As fortes chuvas que caíram desde a noite de domingo (12) no Estado causaram alagamentos e falta de luz em diversos pontos de Porto Alegre e em cidades vizinhas da Região Metropolitana e do Litoral Norte. Conforme o chefe da Divisão de Assistência às Comunidades Atingidas da Defesa Civil, capitão Ricardo Mattei, o acúmulo de água foi de 53 milímetros nas últimas 12 horas em Porto Alegre. O índice fica próximo da metade da média do mês, que foi de 121,7 milímetros. As maiores ocorrências foram registradas em Rio Pardo (62 milímetros, para uma média mensal de 140 milímetros) e Teutônia (58 milímetros, para 120 milímetros no mês).

"Estamos mantendo contado direto com as Coordenadorias Regionais para monitoramento. Todos os comunicados que nos chegaram dão conta de que os atendimentos estão na esfera municipal. Até o momento, nenhum município procurou o Estado manifestando situação de emergência", explica o capitão.

De acordo com o Boletim Climatológico da Defesa Civil Estadual, uma nova frente fria da Argentina deve chegar nesta terça-feira (14) e aumentar os temporais no Rio Grande do Sul. A previsão é de que a chuva se espalhará pelo Estado de forma generalizada.

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil segue em estado de alerta, e as Coordenadorias Regionais acompanham a situação em conjunto com os municípios, oferecendo a ajuda necessária aos órgãos de segurança das localidades. Qualquer informação ou pedido de auxílio pode ser encaminhado pelo telefone 199.

O Centro de Operações de Defesa Civil do Estado acompanha ainda o nível de alerta dos principais rios do Estado.

Municípios atingidos:

Porto Alegre

- Pontos de acúmulo de água na capital: Avenidas Assis Brasil, AJ Renner com a Leopoldo Bretano, e Aparício Borges com Pedro Boticário

Novo Hamburgo
- 400 pessoas afetadas pela chuva, que precisaram deixar suas residências

- Arroios Pampa, Cerquinha, Luiz Rau e Gauchinho transbordaram

- Maiores problemas concentrados nos bairros Canudos, Roselândia, Santo Afonso e Liberdade

Sapucaia do Sul

- 8 famílias levadas para casas de familiares

- 5 bairros com pontos de alagamento: Fortuna, Carioca, São José, Sete, Nova Sapucaia
Esteio

- 105 mm de chuva;

- 5 bairros com pontos de alagamento: São José, Navegantes, Vila Nova, Novo Esteio, Boqueirão e Três Figueiras

Canoas

- 100 mm de chuva

- 2 bairros com pontos de alagamento: São Luis e Mathias Velho

São Leopoldo

- Queda de muro no bairro Morro do Espelho - danificou seis veículos - ninguém ferido; Alguns bairros inundados

São Sebastião do Caí

- 103 mm de chuva

- Rio Caí alcança 8 metros - quando chega a 10 metros, a Defesa Civil entra em alerta

Taquara
- 100 mm de chuva;

- Na localidade de Morro da Pedra, a água alcançou 50 centímetros e um ônibus escolar com estudantes foram resgatados;

Igrejinha
- Chuvas causam transtornos e 12 escolas municipais tem suspensas as atividades;

Passo Fundo, Coxilha
- Ocorrência de granizo na área rural;

- Nenhuma demanda ao Corpo de Bombeiros e Defesa Civil Estadual

Santa Maria

- Prédio da Câmara de Vereadores inundado

Santo Ângelo

- Ocorrência de granizo na área rural - 20 casas atingidas

Imbé
- Área central com alagamentos

Frederico Westphalen

- Localidade Linha Volta Grande e Canadá com 62 famílias afetadas por granizo

Nenhum comentário:

Postar um comentário