segunda-feira, 3 de abril de 2017

Recordação de muitos do Pare Ivo, a sua alegria e comunicabilidade

Recordação de muitos do Pe Ivo, a sua alegria e comunicabilidade: Dom José presidiu a missa de corpo presente do Pe. Ivo Antonio Moehlecke no início da tarde deste primeiro domingo de abril e último da quaresma, na Catedral São José, acompanhado de Dom Girônimo, de mais de 30 padres e 4 diáconos. Referência comum de muitas pessoas a respeito do Pe. Ivo era a da alegria que sempre irradiava, de sua facilidade de comunicação com todos, dons ressaltados também por Dom José na sua homilia. Concluída a missa e o rito da encomendação final, os padres e diáconos formaram duas filas no corredor central da Catedral no meio das quais alguns deles carregaram o corpo do irmão no sacerdócio até o carro fúnebre que o conduziu a Almirante Tamandaré do Sul, sua terra natal, onde foi sepultado, por desejo dele, ao lado de um irmão que também fora padre. Dom José e três padres foram até lá onde houve outra missa de corpo presente, junto com familiares do Pe. Ivo, seguindo depois para o cemitério local.






Na homilia, o Bispo lembrou que assim como toda família tem suas perdas, a presbiteral também as vive. Ela estava celebrando a vida e o ministério de um de seus padres, desejando que ele receba o abraço da misericórdia de Deus. A partir das leituras da Palavra de Deus do domingo, que apresentavam o profeta Ezequiel animando a esperança do povo no sofrimento no exílio e a ressurreição de Lázaro, Dom José ressaltou a fé na vida eterna. Disse que assim como o profeta, antes do exílio, vivera o sacrifício a Deus no templo de Jerusalém, Pe. Ivo presidiu muitas vezes o sacrifício eucarístico. Ressaltou que na fé, mesmo quando perdemos a vida, não podemos perder a esperança. Esperança de ressurgir um dia e receber o abraço misericordioso de Deus Pai. Na morte de Lázaro, Jesus se fez presente e manifestou a glória do Pai, tirando-o do túmulo, prenunciando sua própria ressurreição. Pe. Ivo também pode manifestar a misericórdia do Pai, tocando e enfaixando as feridas dos irmãos e irmãs. Enfatizou que todos podemos viver dando glória a Deus ou viver como estando dentro de um túmulo que exala mais morte do que vida. Exortou a todos a viver e a comunicar as alegrias das pequenas coisas de cada dia como o Pe. Ivo. E desejou que a Virgem Maria o acolha em seus braços maternos como acolheu o divino Filho descido da cruz, e o apresente a Deus Pai.
No final da missa, Dom José agradeceu à família do Pe. Ivo pela sua vida e pelo ambiente cristão que proporcionou a ele despertar para a vocação sacerdotal. Agradeceu aos benfeitores das vocações. Destacou o acompanhamento fraterno do Pe. Clair, Reitor do Seminário Maior São José em Passo Fundo e aos seminaristas da filosofia e teologia que com ele residem ao Pe. Ivo nos dias de sua hospitalização naquela cidade.
Pe. Cleocir Bonetti, Vigário Geral da Diocese e representante dos padres na Comissão Regional de Presbíteros, da qual é o coordenador, dirigiu mensagem em nome de seus coirmãos. Mencionou alguns aspectos do jeito de ser do Pe. Ivo, inteligente, bom amigo, gaiteiro, envolvido em movimentos sociais e mobilizações populares, cultivador da tradição gaúcha, jovial e alegre, inquieto e inquietante, por vezes inconsequente. Agradeceu a todas as pessoas que acompanharam Pe. Ivo nestes últimos dias, destacando o Pe. Clair, que lhe declarou ter crescido no aprendizado de amar assistindo o coirmão. Exortou a todos a continuarem neste aprendizado de amar sempre mais.
Mensagem de Dom Demétrio Valentini, Bispo emérito de Jales, SP
Era de nossa Diocese e trabalhou com Pe. Ivo no Seminário e em outras atividades
Agora, pela manhã (domingo, 02/4), tomo conhecimento da morte do Pe. Ivo. Uma surpresa, pois imaginava que estivesse se recuperando bem, após ter passado pelos procedimentos médicos desses dias.
A gente sente muita pena, pois com tanta vitalidade que sempre o caracterizou, bem que ele poderia viver ainda por longo tempo.
 Quero me unir aos sentimentos de pesar de todos  quantos o conheceram. Estarei em espírito acompanhando a celebração na Catedral em Erexim, e na celebração em Almirante Tamandaré.  Especialmente pela Eucaristia que celebrarei  hoje à tarde me unirei a todos que rezam por ele.
   Em especial, expresso meus pêsames à Diocese de Erexim, e também de Passo Fundo, pelo intenso envolvimento que o Pe. Ivo teve com ambas. 
   Pessoalmente pude partilhar com ele muitos momentos de atividades pastorais que nos uniam na mesma missão.
   De maneira especial, quero agradecer a Deus os muitos momentos de convívio fraterno, gozando da alegria com que ele nos contagiava.
 Que Deus o recompense abundantemente por todo o bem que ele fez nesta vida!

FONTE: Texto e fotos 
http://www.diocesedeerexim.org.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário