quinta-feira, 8 de junho de 2017

Poder Legislativo aprova cinco proposições visando evitar problemas com enchentes em Getúlio Vargas

Assunto que vem gerando grande preocupação das autoridades, foi tema de 5 proposições protocoladas na Sessão Ordinária de 1º de junho, do Poder Legislativo de Getúlio Vargas,  são os alagamentos em vários pontos do Município que ocorreram no final do mês de maio.

 
Vereador Vilmar Soccol (PTB), presidente da
Câmara Municipal 
Visando o debate da situação e formas de prevenção o vereador Dinarte Afonso Tagliari Farias protocolou o Requerimento n.º 003/17, solicitando que a Mesa Diretora realize audiência pública. De acordo com o Edil, o objetivo da reunião é discutir medidas a serem adotadas que possam evitar o entupimento dos bueiros. Em sua fala Dinarte afirmou veemente que é de extrema importância de ser realizada uma avaliação das galerias existentes no Município. 
O vereador Paulo Cesar Borgmann solicitou a substituição de dois tubos de concreto em frente ao Supermercado Criswan, na Rua Jacob Gremmelmaier, próximo ao número 1.700. Segundo o Edil, o local é perigoso, pois alguém pode acabar se machucando. Borgmann foi chamado por um morador para olhar o local, que trata-se de dois tubos quebrados.
O Pedido de Providências de autoria da vereadora Deliane Assunção Ponzi visou melhorias no interior de Getúlio Vargas. A sua solicitação é que seja realizado o patrolamento, cascalhamento, abertura de sarjetas e colocação de tubos no Km 8, trecho entre as residências dos Senhores José Lazzari e Darci Bressan, comunidade São José. Deliane em sua fala comentou que em determinada situação, querendo conhecer mais as comunidades do interior passou pelo local e em conversa com os moradores soube da situação, onde os moradores são idosos e passam por dificuldades de locomoção na estrada.
O Edil Amilton José Lazzari, também através de um Pedido de Providências, solicitou que seja feita uma limpeza nas bocas de lobo nas proximidades do Posto Oliveira. Lazzari ressaltou que sua preocupação é com o pessoal do Posto Oliveira, onde não é necessário grande quantidade de chuva para causar problemas. “50, 60 milímetros de chuva e a água sobre no local, onde tem carros estacionados”. O vereador também relatou o caso de uma agropecuária, instalada há pouco nas proximidades, que teve prejuízos com a chuva.
O presidente da Casa, vereador Vilmar Antonio Soccol protocolou o pedido de Providências n.º 021/17, solicitando que seja feita, com urgência, uma limpeza nos rios e córregos de nosso Município, inclusive em todas as  

FONTE: ASSESSORIA DE IMPRENSA DA CÂMARA DE VEREADORES DE GV.

Nenhum comentário:

Postar um comentário