quarta-feira, 12 de julho de 2017

Inadimplência do IPVA 2017 cai para 8,7%

Após operações da Receita Estadual em diferente regiões do RS a inadimplência financeira do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) de 2017 recuou para 8,7%. De uma arrecadação prevista de R$ 2,46 bilhões para este ano, ainda restam ingressar R$ 215,9 milhões. De uma frota de 3.725.742 veículos que devem pagar o imposto, 475.997 (12,7%) seguem circulando pelas ruas com o IPVA atrasado.

Para reduzir a inadimplência a Receita Estadual
intensificou a fiscalização em todo o RS.

Nas barreiras realizadas há duas semanas, foram abordados 14.644 motoristas, sendo flagrados 1.345 veículos com o imposto vencido. Com isso, as blitze da Receita Estadual recuperaram quase R$ 650 mil entre IPVA atrasado, multas e juros. Em Porto Alegre, a novidade foi a chamada 'blitz inteligente', que utiliza um novo sistema que permite a leitura em tempo real das placas dos veículos.
O programa ainda está sendo testado para atuar de maneira integrada com a área da segurança pública, com a capacidade de identificar automóveis não apenas por irregularidades no licenciamento, mas também em situação de roubo ou furto. A partir de um equipamento SLD (Sistemas de Leitura de Dispositivos) e de câmeras OCR (Optical Charter Recognition), será possível realizar uma abordagem seletiva. Apenas os veículos com irregularidade já detectada são parados nas barreiras.
Maiores devedores

No fechamento do calendário de abril, a inadimplência estava em 21%, o que representava cerca de R$ 528 milhões. Do total arrecadado com o IPVA, metade é repassado automaticamente para as prefeituras, de acordo com o município de emplacamento do veículo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário