sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Servidora faz desabafo no plenário da Câmara de Vereadores

Contraponto é foi feito pelo mais antigo membro da casa legislativa


Vereadora Deliane Assunção Ponzi (PMDB)


         Eleita com 431 votos para seu primeiro mandato de vereadora, Deliane Assunção Ponzi (PMDB) fez um desabafo na sessão ordinária do dia 16 de fevereiro. Ela, que é servidora concursada do município utilizou pouco mais de três minutos do grande expediente para relatar aos colegas vereadores e aos presentes a situação enfrentada desde o dia 03 de outubro. O contraponto foi feito pelo vereador Elói Nardi (PP).
         No inicio do pronunciamento a vereadora da bancada da oposição historiou que no ao de 2006 foi aprovada em concurso público para o cargo de auxiliar de serviços gerais, tendo sido nomeada em janeiro de 2008 e designada pelo então prefeito para a Secretaria Municipal da Saúde. Prosseguindo revelou que cumpriu atividades administrativas na referida secretaria até abril de 2013 quando foi transferida para o Conselho Tutelar, onde permaneceu até se licenciar em junho do ano passado para concorrer a um cargo eletivo.
         O desabafo ocorreu logo após ter afirmado que ao longo dos anos cumpriu seus deveres com zelo e responsabilidade. Contou que no dia posterior a eleição foi surpreendida ao se apresentar no trabalho ter sido designada para realizar a faxina no térreo da Prefeitura. Deliane Assunção Ponzi não refutou que a função é pertinente ao concurso pela qual foi admitida no serviço público. Disse que outras três colegas, que também foram aprovadas para o mesmo cargo trabalham em função administrativa. Por fim disse estar profundamente ferida com os comentários maldosos, criticas e retaliações sofridas. Por fim afirmou acreditar que a casa legislativa preza pela democracia.
         O mais antigo integrante da casa afirmou que se a servidora esta em desacordo tem toda a liberdade de buscar os seus direitos. Com o ajuda de seus pares Elói Nardi (PP) lembrou o nome da servidora Vera, que fazia o serviço da faxina e se aposentou. E por fim, que o serviço tem que ser realizado, não se trata de perseguição, e que a eleição de um servidor dos serviços gerais ter sido eleito vereador é uma grade conquista. Em relação aos comentários ditos maldosos o vereador Nardi nada disse. Algumas pessoas presentes no plenário chegaram a protestar sem, no entanto prejudicar o andamento dos trabalhos.
         Nenhum projeto constava na ordem do dia da sessão que foi presidida pelo vereador Vilmar Soccol (PTB). Um pedido de informação sobre o contrato de arrendamento do antigo campo da aviação foi solicitado pela vereadora Deliane Assunção Ponzi. A vereadora peemedebista sugeriu que o município realize o cadastro da Escola Antônio Zambrinski junto ao Sistema de Convênio (Sicov), do Departamento de Planejamento do Estado a fim de se buscar junto recursos para a conclusão do ginásio de esportes do educandário do Bairro Consoladora. E o terceiro e último pedido foi do vereador Dinarte Farias (PP) para que a municipalidade realize uma audiência pública para a implantação de sistema digital para recepção do sinal da RBS TV na cidade e interior.


Capa da edição desta sexta-feira, dia 24 de fevereiro, que já está circulando


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Vereador Dinarte Farias solicita audiência pública para implantação desinal de TV digital em Getúlio Vargas



O vereador Dinarte Afonso Tagliari Farias (PP), na Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Getúlio Vargas, realizada na quinta-feira (16), solicitou ao Poder Executivo Municipal a realização de uma audiência pública para implantação de sinal de TV digital em Getúlio Vargas, no perímetro urbano e rural.
A transição do sinal analógico para o digital iniciou no País ainda em 2016. Até julho deste ano, as capitais Belo Horizonte (MG), Salvador (BA), Recife (PE) e Fortaleza (CE) e municípios do entorno receberão o sinal digital de televisão. Até o final de 2017, espera-se desligar o sinal analógico em 97 cidades.
Para o fim do sinal analógico, será necessária a participação ativa da população. Os donos de aparelhos antigos poderão trocá-los por novos ou adquirir um conversor de TV digital. Quase todos os modelos de TV fabricados após 2010 já possuem conversor de TV digital integrado.

A Indicação foi aprovada por unanimidade.

Vereadora Deliane sugere ao Poder Executivo que efetue o cadastro da Escola Municipal Antônio Zambrzycki no SICONV


A vereadora Deliane Assunção Ponzi (PMDB) sugeriu durante a Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Getúlio Vargas, realizada na quinta-feira (16), que o Poder Executivo Municipal realize o cadastro da Escola Municipal de Ensino Fundamental Antônio Zambrzycki no Sistema de Convênios - SICONV, junto ao Departamento de Planejamento.
Segundo a autora da Indicação, o objetivo é que seja possível buscar recursos para melhorias nas adaptações da escola, tais como: banheiros com acessibilidade, pintura, fechamento do ginásio esportivo, entre outras.
O Siconv foi criado em 2008 para administrar as transferências voluntárias de recursos da União nos convênios firmados com estados, municípios e também com as entidades privadas sem fins lucrativos. A utilização do sistema facilita a desburocratização da máquina pública e viabiliza investimentos para a educação, saúde, infraestrutura, emprego e outros setores que atendem diretamente a população.

A Indicação foi aprovada por unanimidade.

IFRS realiza formatura dos cursos de Engenharia Mecânica e Design de Moda

O Campus Erechim do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) celebrou na noite do último sábado, 18, a formatura dos cursos de Engenharia Mecânica e de Tecnologia em Design de Moda da instituição. A solenidade ocorreu no Centro de Tradições Gaúchas Galpão Campeiro e certificou a 10 formandos o grau de bacharéis e a nove o de tecnólogas em Design de Moda.


Nos discursos proferidos pelos oradores das turmas de formandos, o bacharel Rauny Balbinot Pansera e a tecnóloga Marulê Olucoski, dificuldades, alegrias e conquistas dos colegas foram lembrados. Já o Diretor-geral do Campus Erechim, Eduardo Angonesi Predebon, expressou gratidão pela escolha do Instituto Federal como instituição de formação e destacou a importância de momentos como a formatura, que representa um coroamento do esforço e dedicação dos estudantes: “Essa é a nossa retribuição para a sociedade, principalmente para uma sociedade que tem que lutar muito para que a gente continue tendo educação pública, gratuita e de qualidade. Isso só acontecerá se todos nós continuarmos vendo a importância de momentos como esse”.
Para a Pró-reitora de Extensão do IFRS, Viviane Silva Ramos, a formatura é decorrente de uma sucessão de escolhas, pessoais e institucionais, que interferem na vida de outras pessoas e das instituições. Por isso, a conclusão de um curso é sempre resultado de muita coragem, ousadia e determinação. A obtenção de um diploma, atualmente, é uma conquista especialmente importante uma vez que, segundo a Pró-reitora, “vivemos um grave momento político e econômico em que o investimento na educação profissional, técnica e tecnológica deixa de ser prioridade para o governo federal”. A realização da formatura, contudo, fortalece, em suas palavras, a luta cotidiana por recursos e condições para que outros estudantes possam vivenciar a felicidade experimentada na ocasião da formatura.
Cerca de 400 pessoas, entre professores, servidores, familiares e amigos dos formandos estiveram presentes na cerimônia de colação de grau.

Francisco Beltrão recebe "Shooting Weekend" com Rodrigo Bastos

Nos dias 4 e 5 de março, vai ter "Shooting Weekend" em Francisco Beltrão. No final de semana após o Carnaval, o tradicional Clube Magnun da cidade do Sudoeste do Paraná vai receber a próxima edição da oficina de tiro esportivo coordenada pelo atirador paranaense Rodrigo Bastos. Os "Shooting Weekend" se tornaram um sucesso no Paraná – o Clube de Tiro de Pato Branco já recebeu três edições, sendo uma delas exclusiva para mulheres. E novas edições deverão acontecer em breve, inclusive em outros estados.

Realizado com o apoio do fabricante de armas italiano Beretta e o patrocínio da fabricante de ferramentas Vonder, o curso se propõe a apresentar o tiro ao prato aos iniciantes e dar dicas de aperfeiçoamento para os iniciados, sempre com um atendimento individualizado. "Dá para apresentar equipamentos de última geração e todos os alunos podem experimentar", explica Rodrigo,
o mais premiado atleta do tiro ao prato brasileiro, que é dentista na cidade paranaense de Guarapuava. Rodrigo Bastos é patrocinado pela marca de ferramentas Vonder, pela rede varejista Superpão e pela empresa de luvas cirúrgicas Supermax, todas do Paraná. Para mais informações sobre o 'Shooting Weekend', basta entrar em contato pelo e-mail rodrigo@rodrigobastos.com.br

Calendário de Eventos 2017 está disponível no site da Prefeitura de Getúlio Vargas

Tema deste ano é Turismo Rural






         Já está disponível, no site da Prefeitura de Getúlio Vargas, o Calendário de Eventos 2017. O tema deste ano é Turismo Rural e conta com fotos das propriedades, que participam do Núcleo do Agroturismo do Prodege – Programa de Desenvolvimento de Getúlio Vargas -, que estão se preparando para participar da Rota do Turismo Rural de Getúlio Vargas, que deverá ser inaugurado neste ano de 2017. São elas: Casa Nostra - Propriedade de Ivanir Morillos, Recanto Campero - Propriedade de Wilson Loch, Propriedade de Ricieri Chiarelotto e família, Propriedade de Maria Helena e Ivo Zambam, Propriedade da Família Zembruski Roberto e Ana Adélia Zembruski e Olivo e Maira Zembruski, Agroindústria da Luci - Propriedade de Lucimar e Airton Vitali e Copermate - Cooeprativa de Produtos de Erva-Mate.
         O calendário traz informações de todos os eventos promovidos no município, tanto pela Administração Municipal, como entidades privadas, organizações sociais, esportivas e religiosas. Possui o circuito de festas gastronômicas e também as opções de turismo e lazer.

         O material foi produzido pela Assessoria de Comunicação Social, Departamento Cultural da Secretaria de Educação, Cultura e Desporto e Departamento de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O endereço eletrônico para acessar o Calendário de Eventos 2017 de Getúlio Vargas é: http://www.pmgv.rs.gov.br. A localização é no Menu Geral, à esquerda, logo após a Página Inicial.

Prefeito Mauricio Soligo participa de audiência com a EGR

O prefeito de Getúlio Vargas, Mauricio Soligo (PP), acompanhado do Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ademar José Rigon (PP), quando esteve em Porto Alegre, nos dias 15 e 16 de fevereiro, participando do Seminário dos Novos Gestores, aproveitou para realizar alguns contatos importantes visando a busca de recursos para o município.


         Na EGR – Empresa Gaúcha de Rodovias - foi protocolado pedido de melhorias nas rodovias da região, entre elas a RS 135. Também foi solicitado que seja melhorada a acessibilidade ao Campus 3 da Faculdade Ideau, além da doação de resíduos asfálticos que são retirados das estradas quando há reparos.
         Na Secretaria de Agricultura, Mauricio Soligo e Ademar Rigon conversaram com o Secretário Ernani Polo (PP). A conversa foi em torno dos projetos da Consulta Popular que estão sendo liberados. Eles também visitaram deputados federais que possuem escritório em Porto Alegre, entre eles Luiz Antônio Covatti Filho (PP), Afonso Hamm (PP), Luis Carlos Heinze (PP), Jerônimo Goergen (PP), José Otávio Germano (PP) e da senadora Ana Amélia Lemos (PP). Segundo Soligo, todos assumiram compromisso de fazer indicações de emendas para Getúlio Vargas, sendo que algumas já estão empenhadas, como é caso de uma indicação da senadora Ana Amélia Lemos.


Mauricio Soligo recebe visita do prefeito de Bento Gonçalves

O encontro foi realizado no Gabinete do prefeito. 

O prefeito de Getúlio Vargas, Mauricio Soligo, recebeu, no final da tarde de sexta-feira, 17, a visita do prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Rech Pasin. Foi uma visita de cortesia. Ele estava acompanhado do vice-prefeito de Casca, Leandro Simonetto e do ex-prefeito de Casca, Alan Martins.


Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Getúlio Vargas. 


Nesta sexta-feira tem Carnaval em Getúlio Vargas

 “Noite do Samba” inicia às 20h, no Calçadão



O Carnaval de Getúlio Vargas tem mais uma noite de folia, nesta sexta-feira, 24 de fevereiro.  A Noite do Samba inicia às 20h e será realizada no Calçadão. Durante o evento será feita a escolha, através de uma Comissão Julgadora, da Rainha e do Rei Momo de Getúlio Vargas, entre os eleitos no último domingo, 19, durante a noite da Integração entre Escolas de Samba, também realizada no Calçadão.
A organização do evento é das Escolas de Samba Império da Zona Norte e Leões Dourados, com apoio do Governo Municipal, através da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto, que auxilia com montagem do palco, disponibilização de uma ambulância, procolo e convites para Comissão Julgadora proceder a escolha do Rei Momo e da Rainha do Carnaval 2017 de Getúlio Vargas. Este ano, em razão da crise financeira que enfrentam os municípios brasileiros, o que não é diferente em Getúlio Vargas, e corte de gastos, não será mantida a tradição de todos os anos de patrocinar o evento. Não haverá premiação às escolas e blocos em dinheiro.
Todos os foliões estão convidados a participar desta Noite do Samba para se divertirem e sambarem com os tradicionais carnavalescos do município.


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Tortelli critica anúncio de deslocamento de brigadianos do Interior para a Capital

O deputado estadual Altemir Tortelli participou, nesta segunda-feira, 20, na Assembleia Legislativa, da audiência pública da Comissão Especial de Segurança sobre o aumento de homicídios no Rio Grande do Sul. Na atividade, o parlamentar criticou o anúncio do Governo do Estado, feito pelo secretário-adjunto da Segurança, de que cerca de 400 brigadianos do Interior serão deslocados para a Região Metropolitana de Porto Alegre.



Conforme Tortelli, é um grande erro aprofundar o esvaziamento das forças policiais localizadas nos pequenos municípios, onde as pessoas estão “desesperadas” com o aumento da criminalidade e a falta de efetivo. O deputado citou os casos recentes de assaltos simultâneos a instituições bancárias que geraram pânico nos municípios de Maximiliano de Almeira e Miraguaí.

“A situação da segurança no Interior gaúcho já está caótica, e agora o Governo do Estado anuncia que mais policiais sairão de seus postos para cobrir a Capital”, criticou o deputado, referindo-se ao anúncio do secretário-adjunto de Segurança Pública, Jorge Soares, durante a audiência. “Nós já estamos abandonados no Interior, praticamente sem policiamento. Se isso for concretizado, vamos ver a bandidagem tomar conta dos pequenos municípios”, alertou Altemir Tortelli.

Debate evidencia contradições do Governo

No debate sobre o aumento de homicídios no Rio Grande do Sul, realizado justamente após o final de semana que contabilizou 40 assassinatos, foram destacadas diversas medidas para conter a crise da Segurança no Estado. Os participantes ressaltaram a necessidade de construção de mais presídios para suprir o déficit prisional, a mudança no modelo das unidades carcerárias, mais investimentos e a ampliação do número de servidores nas forças de segurança (Brigada Militar, Polícia Civil, Susepe e IGP).

Para Tortelli, todos esses aspectos são fundamentais para diminuir a violência no Estado, mas o Governo do Estado tem feito exatamente o contrário. O parlamentar lembrou que, desde que assumiu em 2015, o Governo Sartori ainda não finalizou o Complexo Prisional de Canoas, que deverá proporcionar a abertura de 2.400 novas vagas, cujas obras chegaram a 96% de conclusão no Governo Tarso.

Sobre a falta de efetivo, o deputado também criticou a demora de cerca de dois anos do atual governo para chamar os novos servidores que passaram em concurso durante a gestão anterior.

Ainda dentro das contradições no que diz respeito à forma como o Governo Sartori conduz a área de segurança pública, Tortelli mencionou a vinda do presídio federal para o Estado, já acertada com o Governo Federal, que segue o modelo ultrapassado de presídios de grande porte e que abrigará presos de fora do Rio Grande do Sul.


“Não é de se estranhar que vivemos uma das piores crises na segurança pública do Rio Grande do Sul, tendo um Governo que faz justamente o contrário do que recomendam os especialistas da área”, considera Tortelli.

Terremoto causa reflexos em prédios de Passo Fundo


O país vizinho registrou sismo de 6,5 graus no fim da manhã desta terça-feira (21).


Com medo, pessoas que estavam em prédio na XV de Novembro foram para a rua
Crédito: Divulgação


Um terremoto que atingiu a Bolívia provocou reflexos em prédios da cidade de Passo Fundo no fim da manhã desta terça-feira (21). O Observatório San Calixto, de La Paz na Bolívia, confirmou o registro de um sismo de 6,5 graus na escala de Richter na província de Chuquisaca Zudañez. O terremoto ocorreu após as 10h, a uma profundidade de 664,4 km. Em Passo Fundo, os tremores foram sentido no prédio do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), em uma galeria na Rua General Neto e em um prédio residencial nas proximidades da Gare. No hospital, alguns andares foram evacuados. Uma funcionária da instituição contou que houve dois tremores e que o segundo foi mais intenso. Segundo o Corpo de Bombeiro de Passo Fundo não houve nenhum dano material.
O professor da Universidade de Passo Fundo (UPF), Álvaro Becker da Rosa, que trabalha com questões ligadas à física, explica que a crosta terrestre é dividida em camadas. Uma dessas camadas, muito abaixo do solo, é rochosa. “É como se tivesse uma pedra mal encaixada em uma calçada. Essa pedra fica forçando para tentar ir pro lugar. Quando ocorre um pequeno deslizamento, de uma sobre a outra, treme todo o solo imediatamente acima, mas como é uma camada grande, o tremor vai muito longe”, descreve.
Regiões como o norte da Argentina, o Chile e a Bolívia são bastante sujeitos a sismos. “O terremoto de lá provoca a vibração da placa e a gente acaba sentindo aqui. O solo não é inteiriço. Então, alguns terremotos, em alguma região por exemplo da Bolívia, nós podemos sentir”, afirma. A teoria de um terremoto, na região de Passo Fundo, pode ser descartada, conforme o professor, pois o Brasil é geologicamente estável. “O que temos aqui é reflexo de outros terremotos. No Brasil existem algumas regiões, como por exemplo na Bahia, que estão sujeitas a terremotos. No resto, quase sempre é reflexo de outros terremotos”, enfatiza.
Prédios
Os tremores geralmente são sentidos em prédios mais altos. O professor usa o exemplo do Bambu no vento para explicar o que acontece com edifícios nestas situações: a parte superior balança bastante enquanto a base quase não balança nada. “Quando você pega um tremor de terra, que chacoalha a base do prédio, quem está lá em cima vai sentir. Uma vibração que você não sente em uma casa, você pode sentir em um prédio que é mais alto. Vai balançar mais”, pontua Rosa. O especialista afirma que a estrutura do prédio não é totalmente rígida e com o vento ele pode oscilar centímetros. “Tem prédios que chegam a oscilar mais de um metro. O prédio tem uma certa flexibilidade. Mas isso não significa que ele irá cair, por exemplo”.
Ainda, Álvaro Becker da Rosa explica que muito difícil precisar um terremoto ou onde ele provocará reflexos, uma vez que cada prédio tem características diferentes. “Um determinado tremor de terra pode provocar a vibração de um prédio e pode não vibrar o prédio que está do lado. Um segundo terremoto, pode ser exatamente o contrário. Quando se tem um tremor desses, não serão todos os prédios que vão vibrar. Alguns vão sentir tremores e outros não, não há muito como determinar”, esclarece.
Situações semelhantes
Casos semelhantes foram registrados em 2015 e 2011 na cidade. O professor lembra que desde 1980 já aconteceram muitas situações dessas. “Nunca parei para contar, mas estimo que houve entre 15 e 20 tremores de terra que as pessoas comentaram na rua. As vezes recebe uma ênfase maior. Claro que quando se vê um tremor desses, as pessoas ficam com medo, o desconhecimento que gera pânico. Há muitos terremotos que, muitas vezes, as pessoas, talvez pelo dia a dia, nem sentem. Tudo no Brasil é estável, mais do que esse desconforto não vai acontecer”, tranquiliza o professor.


Fonte: O Nacional