terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Pagamento antecipada do IPVA 2017 terá desconto de até 27%

Com previsão de arrecadar R$ 2,619 bilhões, o calendário de pagamento do IPVA 2017 (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) começa na quarta-feira da próxima semana, dia 14. O prazo para quem optar pela quitação antecipada encerra no dia 2 de janeiro e os descontos poderão alcançar até 27,27% sobre o valor do imposto. Neste período, o motorista terá uma redução de 3% sobre o valor do tributo e poderá se valer ainda do valor da Unidade de Padrão Fiscal (UPF/RS) de 2016, antes da atualização na virada do ano, prevista em 6,69%. Metade do valor arrecadado com o IPVA é repassado de maneira automática para as prefeituras gaúchas conforme o local de licenciamento do veículo. 



É preciso levar em conta também as vantagens do Bom Motorista e do Bom Cidadão. Os condutores que não receberam multas nos últimos três anos, terão dedução de mais 15%. Para quem não foi multado há dois anos, o índice é de 10% e quem ficou um ano sem infrações, o abatimento é de 5%. O desconto do Bom Cidadão, por sua vez, dará aos proprietários de veículos que acumularam no mínimo 100 notas fiscais no programa Nota Fiscal Gaúcha mais 5% de desconto, válidos para pagamentos antecipados ou não. 
Nos casos em que o veículo estiver em nome de empresas (pessoa jurídica), o desconto máximo para a quitação até o dia 2 de janeiro será de 9,08% (3% mais a variação da UPF). 
Pagamento
Desconto antecipação
Desconto máximo PJ
Desconto máximo PF
Até 02/01/2017
3% + UPF/RS
9,08%
27,27%
Até 31/01/2017
3%
3%
22,40%
Até 24/02/2017
2%
2%
21,60%
Até 31/03/2017
1%
1%
20,80%


O pagamento integral antecipado do IPVA com desconto de 3%, e sem a atualização da UPF, poderá ser feito somente até 2 de janeiro de 2017.  
A partir dessa data, o pagamento do imposto poderá ser feito até março com descontos no parcelamento. Para tanto, o proprietário do veículo precisa pagar a primeira parcela até 31 de janeiro. As duas subsequentes serão em fevereiro, até o dia 24, e março, até o dia 31. Os descontos são de 3% para a primeira parcela, 2% para a segunda e 1% para a terceira. 
Base de cálculo e alíquotas
O IPVA 2017 incidirá sobre 3,864 milhões de veículos de uma frota total que já supera os 6,3 milhões em todo o estado. Para definir o valor do tributo é utilizado como base de cálculo o preço médio de mercado a partir de pesquisa realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). 
Para o novo calendário, a frota pagante terá uma redução média do valor do imposto em torno de 4,4% (depreciação da frota). Para veículos novos, vale como referência o preço constante na Nota Fiscal. 
As alíquotas do IPVA 2016 permanecem as mesmas: de 3% para automóveis de passeio e camionetas, 2% para motocicletas e caminhões, ônibus, micro-ônibus, automóveis e camionetas para locação pagam 1%. 
Calendário vai até abril
Assim como neste ano, o calendário de pagamento conforme o final da placa dos veículos em 2017 também está limitado ao mês de abril, com a seguinte ordem: 
Final de Placa
Vencimento - Abril
Final de Placa
Vencimento - Abril
1
03/04/2017
6
17/04/2017
2
05/04/2017
7
19/04/2017
3
07/04/2017
8
24/04/2017
4
10/04/2017
9
26/04/2017
5
12/04/2017
0
28/04/2017

Descontos do Bom Motorista
Os descontos para bons motoristas agora estão programados em três faixas. Para quem não teve inserção de registro de infrações nos sistemas de informações do Estado no período entre novembro de 2013 e outubro de 2016 (três anos), a redução será de 15%. 
Já quem não teve multa depois de novembro de 2014, o desconto é de 10% (dois anos) e, depois de novembro de 2015 (um ano), o benefício fica em 5%. Uma fatia significativa de motoristas terá descontos pelo respeito às regras de trânsito: 40,17% (1.460.796 veículos) estão entre os chamados bons motoristas.

Desconto do Bom Cidadão (NFG)
Também em três faixas, a redução decorre da participação do contribuinte (pessoa física) no Programa da Nota Fiscal Gaúcha (NFG). Será de 5% para quem possuir 100 notas ou mais, de 3% para quem tiver entre 41 e 99 notas, e de 1% para o contribuinte com até 40 documentos fiscais devidamente registrados.
Serviço: 
Quem paga? Todos os proprietários de veículos automotores fabricados a partir do ano de 1997.
Como pagar? Para quitar o imposto, o proprietário deverá apresentar certificado de registro e licenciamento do veículo. Junto com o IPVA, é possível pagar o seguro obrigatório (DPVAT), licenciamento e multas de trânsito. 
Onde pagar? A partir de 14 de dezembro, no Banrisul, Bradesco, Itaú, Sicredi, Caixa (loterias) e Banco do Brasil (somente para clientes).  
Alíquotas do IPVA no RS 
3% - Automóveis e camionetas 
2% - Motocicletas e 
1% - Caminhões, ônibus, micro-ônibus e automóveis e camionetas para locação 
Frota total do Estado: 6.372.980 
Frota pagante de IPVA: 3.864.712 (61%)
Frota Isenta de IPVA: 2.508.268 (39%) 
Tabela de Descontos: 
IPVA 2017
Dezembro 2016
Janeiro 2017 
Fevereiro 2017
Março 2017
Abril 2017
Período
14/12/16 a 02/01/17
03 a 31
01 a 24
01 a 31
Tabela
UPF/RS
2016
2017
2017
2017
2017
Antecipação
3%
3%
2%
1%
Sem desconto
Bom Cidadão
1%, 3% ou 5%
0%, 1%, 3% ou 5%
0%, 1%, 3% ou 5%
0%, 1%, 3% ou 5%
0%, 1%, 3% ou 5%
Bom Motorista
5%, 10% ou 15%
5%, 10% ou 15%
5%, 10% ou 15%
5%, 10% ou 15%
5%, 10% ou 15%
Pagamento
Integral
Integral, 1ª parcela ou saldo
Integral, 2ª parcela ou saldo
Integral, 3ª parcela ou saldo
Integral

Consultas e dúvidas
Para auxiliar os contribuintes, a Fazenda disponibiliza um site específico sobre o imposto: www.ipva.rs.gov.br. Nele, é possível consultar todos os dados relativos aos veículos, como multas, valores a pagar e pendências. Além do site, já é possível baixar o aplicativo da NFG para dispositivos móveis, disponíveis gratuitamente nos sites Google Play e App Store. Com ele, além dos dados sobre a Nota Fiscal Gaúcha, o contribuinte pode se informar sobre os dados relativos ao IPVA 2016. 
A Secretaria buscou também reduzir o número de emissão de cartas a pagantes do IPVA. Com o objetivo de baixar custos (serão menos de 2,3 milhões de correspondências), estão sendo enviados comunicados conforme o perfil do contribuinte e por um único CPF/CNPJ - agora, o proprietário recebe em uma única correspondência com dados referentes a todos os veículos que constam em seu nome.
Governo do Estado

MDBF - um festival para celebrar o blues na serra gaúcha

Em sua nona edição o Mississipi Delta Blues Festival colocou a cidade de Caxias do Sul no mapa dos grandes festivais de música da América Latina. A estrutura instalada no Largo da Estação Férrea, no coração da maior cidade da serra gaúcha, reuniu mais de dez mil pessoas nas três noites do evento realizado na quinta-feira (24), sexta-feira (25) e sábado (26).
O público dança com os artistas que se apresentam no
Magnolia Stage, tradicional espaço para as vozes femininas

Annika Chambers cantou e encantou o público no 
 Magnolia Stage no sábado, último dia
do MDBF de 2016

O show de Gonzalo Araya (Chile) & Los Colegas del Blues (RS).

 Bob Stronger (de chapéu), numa das suas apresentações
no Front Porch Stage.

O palco principal, nomeado Bottle Tree Stage, tev
e James Boogaloo Bolden (com o trompete)
 encerrando a sexta-feira.

Outra grande atração do MDBF foi Tail Dragger (USA).

Foram mais de oitenta apresentações distribuídas em sete palcos. O espetáculo ficou por conta de JP Soars and The Red Hots, Cedric Burnside Project, James “Boogaloo” Bolden, Bex Marshall, Tail Dragger, Annika Chambers, Alamo Leal, e Michael Hardie. E ainda: Fernando Noronha & Black Soul, entre outros.
Batizada de “Bottle Trees Edition” reproduziu as “árvores de garrafa”, utilizadas pelos afro-americanos do interior do Mississipi nas décadas iniciais do século XX. A cena foi imortalizada pelo diretor de “Ray”, filme de 2004, inspirado na vida de Ray Charles e interpretado por Jamie Foxx. Além de ornamentar o palco principal as “árvores de garrafa” ilustraram toda a campanha deste evento.
O Bottle Tree Stage, palco principal do MDBF foi o mais movimentado nos três dias. Foi o espaço de estreia dos principais nomes internacionais e o lugar para vibrar com a banda Baia Toca Raul, que interpretou clássicos do maior roqueiro brasileiro na quinta-feira. Mas o destaque desta edição foi mesmo o Magnolia Stage, tradicional espaço para as vozes femininas. No primeiro dia, a carioca Luiza Casé arrancou aplausos do público cantando Amy Winehouse. O mesmo se deu com a britânica Bex Marshall, que já havia se apresentado em 2014.
Os outros dois dias ainda trouxeram os shows de Orianna Anderson e do trio Indiana Nomma, Barbara Mendes e Alma Thomas. Para ouvir essas três vozes, cada uma no seu estilo, uma hora foi pouco. No sábado, o Magnolia foi o palco de Annika Chambers. Acompanhada do inconfundível guitarrista Igor Prado, a texana prendeu a atenção de um grande público, com destaque para suas canções autorais.


Presença marcante desde a edição de 2016, Bob Stronger esbanjou simpatia e elegância. Natural do Missouri, o músico é um autêntico representante do blues de raiz. A popularidade do baixista de 77 anos pode ser medida pelos abraços e pedidos para selfes. Stronger, que revela ser o Front Porch Stage seu palco preferido do MDBF, foi pelo sexto ano aclamado pelos fãs e deve retornar a Caxias para celebrar a décima edição do festival em novembro de 2017.

Matéria públicada na edição do jornal A Folha Regional, caderno Enfoque,
do dia 02 de dezembro de 2016.
Texto: Neivo Angelo Fabris 
Fotos: Sérgio De Nardi

Ipiranga do Sul - Gestão responsável e reconhecida pela comunidade





Há menos de quatro semanas do início de seu segundo mandato consecutivo, o prefeito Mário Luiz Ceron (PTB) recebeu, na manhã de terça-feira (22), o editor do jornal A Folha Regional. Durante a conversa, que durou cerca de uma hora, o prefeito de Ipiranga do Sul fez um breve balanço de sua administração. Comentou sobre a conjuntura econômica que afeta o setor público, afirmando que o momento exige serenidade, trabalho e austeridade.
A coligação formada pelo PTB e PP reelegeu, no dia 2 de outubro, o prefeito Mário Luiz Ceron e o vice-prefeito Marco Antônio Sana (PTB) com 930 votos (51,50%). Na eleição ocorrida há quatro anos eles foram eleitos com uma diferença de apenas onze votos, quebrando a hegemonia do PMDB, que havia vencido as seis eleições anteriores. Na atual legislatura, a oposição ocupa cinco, das nove cadeiras, e na próxima (2017 - 2020), a posição se inverte.

Vice-prefeito Marco Antônio Sana (PTB)
e o prefeito Mário Luiz  Ceron (PTB),
reeleitos para um segundo mandato.
Foto: A FOLHA REGIONAL

O hábito de levantar bem cedo vem do tempo em que era colaborador do Sicredi, onde trabalhou por dezessete anos. O prefeito de Ipiranga do Sul normalmente inicia o dia na garagem dos veículos que realizam o transporte escolar, aonde chega por volta das 6 horas. É com os motoristas e depois com o pessoal das obras que o chefe do Executivo toma os primeiros mates. Antes de iniciar o expediente na prefeitura, Mário Luiz Ceron pode passar pelas Secretarias da Agricultura e Educação, ou ainda na Escola Municipal D. João Becker e no Posto de Saúde.
Três semanas após a eleição, o prefeito viajou a Brasília. Na capital, ele esteve no Ministério das Cidades, onde cadastrou um novo projeto para pavimentação asfáltica. Confiante na sua aprovação, a iniciativa deverá garantir mais uma etapa na infraestrutura urbana. Revela que os logradouros já asfaltados contam com o chamado padrão rodoviário e que os cuidados necessários no planejamento permitem a manutenção da rede d’água sem danificar o trabalho. Na viagem posterior, Mário Luiz Ceron participou do Seminário Novos Gestores, promovido pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), oportunidade em que esteve no Ministério dos Transportes.
Integrante do Comitê Pró BR-153 (Transbrasiliana) e da Comissão Pró BR-285, o prefeito de Ipiranga do Sul representa os 49 municípios das regiões do Corede Norte e do Corede Produção. Presidido pelo reitor da UPF, José Carlos Carles de Souza, o Comitê lançou, no primeiro semestre, durante a abertura da Colheita da Soja, um abaixo assinado que recebeu mais de 20 mil assinaturas em apoio à iniciativa. Entusiasta, Mário Luiz Ceron revelou que um dossiê contendo as assinaturas e os registros jornalísticos das ações empreendidas, entre outros, foi entregue ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e aos integrantes da bancada gaúcha em busca de apoio. Ele aponta como determinante para o desenvolvimento da região Norte do RS, a realização das obras.
Falando sobre o apoio de parlamentares das esferas federal e estadual, o prefeito realçou o suporte recebido, nestes quatro anos, do deputado federal Luiz Carlos Busato (PTB). A equipe do deputado, eleito prefeito de Canoas no segundo turno, tem sido determinante para os interesses do município. De igual modo, de outros deputados, como Afonso Hamm (PP) e Vilson Covatti (PP). Da Assembleia, citou o deputado Ronaldo Sandini (PTB).
A estrutura administrativa do município, formada por oito Secretarias - Administração, Agricultura, Bem Estar Social, Educação e Cultura, Fazenda, Meio Ambiente, Obras e Saúde -, não foi alterada nestes quatro anos. Desde o primeiro dia útil de janeiro de 2013 houve apenas uma mudança de secretário. Mário Luiz Ceron aponta sua equipe de trabalho como excelente. O número de cargos em comissão é reduzido e o número de servidores de carreira beira a 110.
Com um orçamento para 2017 previsto em R$ 14 milhões, o chefe do Executivo acredita que o declínio das receitas devem se manter no próximo exercício. As estradas avariadas durante as chuvas que castigaram a região no mês de outubro já foram recuperadas. O moderno parque de máquinas da Secretaria de Obras e as aquisições feitas nos últimos anos são suficientes para atender as demandas. De igual modo, com a frota de máquinas e equipamentos da Patrulha Agrícola, de responsabilidade da Secretaria da Agricultura.
Dentre as iniciativas aprovadas pela comunidade, Mário Luiz Ceron aponta o Programa Máquina Certa - Plantar e Colher. Distinguido pelo Sebrae como inovador, o referido projeto contempla pro-priedades rurais com atividade familiar agrícola de até dez hectares na sua totalidade e que não possuam máquinas de alta tecnologia. A parceria com entidades e órgãos, como a Emater-Ascar/RS, são muito importantes, disse. O prefeito destaca também a realização do Fórum Norte Gaúcho da Soja, promovido pelo Sindicato Rural de Getúlio Vargas, Accias, Associação dos Engenheiros Agrônomos, prefeitura, Emater/Ascar e Sicredi Estação.
As áreas da educação e da saúde são prioritárias. A ampliação da educação infantil para alunos a partir de 2 anos de idade ocorreu em outubro do ano passado. Ainda na educação, a aquisição de novos ônibus para o transporte escolar e a inauguração da quadra poliesportiva, a realização do Fórum Municipal da Educação e do programa Alfa e Beto, entre outros. A nova UBS, complexo com cerca de 300 metros quadrados, já é uma realidade. O Fórum de Saúde Pública tem sido determinante para o sucesso do programa de Saúde Coletiva, iniciado em 2013.

O prefeito Mário é casado com Nadia Sandri Ceron, pais de Laion Miguel, 14 anos, e Édina Laura, de 12. O vice-prefeito Marco Antônio Sana é casado com Nalva Scolari, pais de Iasmin, 19 anos, e Rafaela, de 11 anos.