quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Idosa é torturada e morta no interior de Paulo Bento

Um crime chocou a comunidade de Linha Gramado, interior de Paulo Bento, na tarde desta quarta-feira, 05 de agosto. Albina Prigol, 83 anos, foi torturada e morta no interior de sua residência, nas proximidades do cemitério local.
 
Fotos: Rodrigo Finardi e Alan Dias
 
Albina foi encontrada por um filho, caída na área de serviço da casa, já sem vida e com as mãos e pés amarrados. Ela apresentava ferimentos por quase todo o corpo, principalmente no rosto.
Segundo fontes, a idosa teria sido morta por pancadas com um objeto contundente, podendo ser um martelo ou barra de ferro, mas só a necropsia confirmará a causa da morte. As agressões teriam iniciado na cozinha da casa e após ela foi arrastada para a área de serviço, onde foi executada.
Ainda conforme fontes, o assassinato teria ocorrido entre às 15h30min e às 17h45min. A suspeita é de que os criminosos estivessem à procura de algo na residência e familiares notaram a falta de uma espingarda calibre .36.
A perícia e o grupo de investigação da Defrec (Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas) de Erechim, coordenado pelo delegado Gustavo Ceccon, juntamente com peritos do IGP, trabalharam no local até por volta das 22h e nesta quinta-feira, 06 de agosto, uma papiloscopista de Passo Fundo deve ir até o local do crime, distante cerca de sete quilômetros de Erechim, para tentar encontrar impressões digitais.
Albina Prigol passou a vida na comunidade de Linha Gramado e era bastante querida pelos moradores. Ela deixa sete filhos, seis homens e uma mulher.


Por Alan Dias e Rodrigo Finardi/Boa Vista

Nenhum comentário:

Postar um comentário