quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Nota pública da 15ª Coordenadoria Regional de Educação

Clarisse Solange Maronesi (Coordenadora Adjunta da 15ª CRE) e Zenaide D’agostini Bazzotti (Coordenadora de Educação) - Foto: Egídio Lazzarotto
 
Sabemos das dificuldades e transtornos que o parcelamento de vencimentos causou para os servidores públicos que recebem vencimento líquido acima de R$ 2.150,00, e temos o pleno conhecimento do direito do servidor público.
Trata-se de uma situação que nenhum governo gostaria de estar vivenciando, mas que infelizmente, é o retrato da realidade da dimensão que tomou a crise das finanças públicas estaduais.
Divulgamos e esclarecemos, os dados abaixo (obtidos até o meio dia do dia 04 de agosto), que refletem o panorama das 115 escolas pertencentes à esta Regional:
§ 74 escolas não aderiram à paralisação;
§ 26 escolas aderiram à paralisação do dia 03/08;
§ 15 escolas não nos deram retorno até o momento;
§ 20 escolas irão trabalhar com períodos concentrados até o dia 17/08 e posteriormente, farão nova assembleia.
Com base nos dados listados acima, concluímos que 75% das escolas não aderiram ao movimento até o momento.
Reconhecemos e respeitamos a legitimidade das manifestações.
Ao mesmo tempo, o Governo do Estado e a equipe de trabalho desta Regional estão buscando soluções em conjunto para superar o momento pelo qual estamos passando.
Salientamos que as escolas da nossa rede devem cumprir o calendário escolar homologado junto à Coordenadoria Regional de Educação, os quais observam a carga horária e o número mínimo de dias letivos previstos na legislação.
Colocamo-nos à disposição de toda a sociedade.

Atenciosamente


Zenaide D’agostini Bazzotti - Clarisse Solange Maronesi – Katia Silene Rossi

Nenhum comentário:

Postar um comentário