quarta-feira, 17 de maio de 2017

Próximo de completar 100 anos o Tabajara procura uma parceria para compartilhar seu Estádio

Associados do Tabajara F.C., ex-atletas, empresários e autoridades participaram na noite de quarta-feira (10) de uma reunião. Na pauta do encontro realizado na Câmara de Vereadores o destino a ser dado ao patrimônio. Na oportunidade foi informado que pelo menos três propostas sobre de interessados no Estádio Plácido Scussel já foram recebidas.
Estádio Plácido Scussel, complexo esportivo de inúmeras
histórias do futebol gaúcho.
Foto: A FOLHA REGIONAL



        Os trabalhos foram conduzidos pelo professor Édino Carlos Farias, presidente do conselho deliberativo e Ademar Porth, presidente do clube.  Eles enalteceram a vontade dos 53 associados que querem que o complexo esportivo volte a ser uma referência na comunidade. A manutenção de seus mais de 15 mil metros quadrados, localizada em área nobre da cidade de Getúlio Vargas, é uma das dificuldades que vem sendo enfrentada..
        Os dirigentes do Tabajara receberam até o momento as propostas doTênis Clube Getuliense, Vlademir Lebedeff e Ypiranga, de Erechim. Ficou estabelecido o prazo de 30 dias para novas propostas, que serão analisadas pela direção e associados. A parceria entre duas ou mais entidades é outra opção.
        Também ficou em aberto a possibilidade da reativação do Taguá,. Édino Farias e Ademar Porth revelaram que o clube ainda está registrado na Federação Gaúcha de Futebol, possui estatutos, mas não tem diretoria nem patrimônio. E que caso ocorra sua retomada o Tabajara poderá emprestar o complexo esportivo.
        Fundado no dia 06 de dezembro de 1919 a direção do Tabajara planeja festejar o centenário. No próximo ano será elaborada a programação das festividades, quando também serão homenageados seus fundadores, os dirigentes do Tabajara bem como do Taguá, criado pela fusão do departamento de futebol do Tabajara e Guaíba.

        

Nenhum comentário:

Postar um comentário