quinta-feira, 29 de junho de 2017

U R I - Curso de Direito tem número expressivo de aprovados no Exame da OAB



No último exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o Curso de Direito da URI Erechim obteve, mais uma vez, uma excelente aprovação entre seus acadêmicos e diplomados.

Segundo a Coordenadora do Curso, Professora Simone Gasperin de Albuquerque, esta conquista atribui-se a uma séria de fatores, entre eles, a excelência e o comprometimento do seu corpo docente e discente, que apresenta-se com formação acadêmica e prática, com representantes das mais diversas área de atuação jurídica; aliado aos demais fatores exigidos pelo MEC e regiamente cumpridos pela Universidade.

Além disso, são oportunizadas diversas alternativas de estágio em programas que também cumprem uma missão social, prestando atendimento jurídico gratuito à população de Erechim e região. Intercâmbios com universidades europeias e latino-americanas são também alternativas oferecidas aos estudantes que queiram buscar uma formação mais global e sólida.

O destaque, informa a coordenadora, é que as aprovações foram, em sua grande maioria, de acadêmicos que ainda estão no 9º e 10º semestres do Curso, ou seja, ainda não concluíram sua graduação e já estarão habilitados, após a formatura, ao exercício da profissão de advogado, mediante sua inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil.

Os depoimentos de alguns acadêmicos aprovados comprovam a alegria pelo êxito em uma das provas mais difíceis para os futuros profissionais:

Julia Fiori, da turma 2013/noturno, disse: "A aprovação no Exame de Ordem, ainda durante a faculdade, é resultado de muita dedicação. Sem dúvida, trata-se de uma grande conquista para um estudante de Direito".

Rodolfo Petzhold, também da turma 2013/noturno, revelou: "Desde o começo da faculdade minha meta era ser aprovado na OAB antes da formatura, mas nunca imaginaria que seria de primeira e ainda no nono semestre. Isso mostra que toda a dedicação e esforços empregados durante todo o curso de graduação valeram a pena".

Débora Spiazzi Moresco, igualmente da turma 2013/noturno, acrescentou: "Ser aprovada de primeira no exame da ordem, e ainda no nono semestre, foi uma prova de que todo esforço vale a pena. Todos os conteúdos estudados na faculdade, desde o primeiro semestre, são de extrema importância e os ensinamentos dos professores não podem passar despercebidos para quem deseja lograr aprovação".

Já a acadêmica Samanta Calegari, também da turma 2013/noturno, frisou: "O exame da ordem é uma meta para a grande maioria dos acadêmicos de Direito, exige dedicação, determinação e disciplina. Passar no nono semestre e de primeira é um grande mérito e de certa forma uma recompensa por todo o estudo durante a caminhada acadêmica".

Cátia Tiburski, da turma 2013/diurno, declarou: “O candidato que escolhe realizar o Exame da Ordem dos Advogados, cursando o 9º semestre, sabe que precisará aprender disciplinas que ainda não foram cursadas, e que tem peso importante na prova, exigindo do estudante ainda mais disciplina e esforço, pois precisará aprender sozinho e não apenas revisar. Contudo, a conquista da aprovação, antes mesmo do término do 9º semestre, é uma felicidade e ao mesmo tempo um alivio, por saber que depois de meses de dedicação, superamos uma temida fase profissional, e que agora estamos prontos para iniciar outros projetos”.

Veja o que disse Gabriel Gaeski Mársico, da Turma 2013/Diurno: “O Exame da Ordem dos Advogados do Brasil, por si só, é a meta de todo graduando da Faculdade de Direito, seja ele um futuro concursando ou advogado. Realizar a prova e obter êxito é conquistar o objetivo que almejamos, claro que por ser no 9º semestre existe um sentimento especial, principalmente por não existir a agonia de realizá-lo novamente. Contudo, todos que cursam a Faculdade de Direito da URI e se esforçam, estarão capacitados para serem aprovados, seja no primeiro exame que realizarem ou não, visto que é muito pautado em detalhes. Assim, acredito que apesar de ter um gosto especial, o esforço futuro definirá o sucesso profissional de cada um, não importando o semestre ou o momento em que sejam aprovados na OAB”.

Bianca Rosa da Silva, da turma 2013/Diurno, afirmou: “Ser aprovada no Exame da OAB logo no 9º Semestre da faculdade é uma sensação indescritível de dever cumprido, pois nos mostra que todo o esforço e tempo dedicado à aprendizagem com certeza rendem frutos. Apesar da dificuldade em conciliar os estudos com nossos outros deveres, a aprovação, antes mesmo da formatura, comprovou que todo o empenho durante quase 05 anos valeu a pena.”

Ronaldo Beledelli Pellin, da turma 2013/Diurno, foi enfático: “A aprovação no Exame da Ordem é o objetivo principal de praticamente todos os estudantes e bacharéis em Direito. A aprovação ainda no 9º semestre do curso e na primeira tentativa é uma vitória e motivo de orgulho, comigo não seria diferente. Tal aprovação para mim foi uma surpresa e me gera um sentido de dever cumprido, pois é o resultado de longos anos de muita dedicação e estudo e tão somente enfatizou, em mim, que optei pelo curso certo, pois amo o que faço e, no âmbito do trabalho, já dizia Confúcio: “Escolha um trabalho que você ama e você nunca terá que trabalhar um dia sequer na vida”.


Lara Giovanna de Lima Branco, formanda da turma 2012/2 Noturno, concluiu: “A dedicação com os estudos durante toda a faculdade foi fundamental para obter a aprovação na OAB. Isso mostrou que vale a pena ter comprometimento e seriedade com os estudos, pois os resultados trazem enorme satisfação. Além disso, essa aprovação trouxe bastante motivação para lutarmos pelos nossos próximos objetivos. É apenas o início de uma caminhada que ainda terá grandes conquistas”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário